Lucro da BR Malls cresce 36%, para R$ 57,2 milhões no 1º trimestre

SÃO PAULO - A administradora de shopping centers BR Malls encerrou o primeiro trimestre do ano com lucro líquido de R$ 57,2 milhões, o que representa um aumento de 36% frente aos R$ 42,05 milhões apurados no mesmo período do ano passado.

A receita líquida cresceu 68,4%, para R$ 179,1 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 139,3 milhões, alta de 59% na mesma base de comparação. Ajustado, o Ebitda subiu 58,6%, alcançando R$ 140,6 milhões.

O índice NOI, que representa a receita bruta dos shoppings (sem receita de serviços), menos os custos, mais depreciação e amortização, registrou elevação de 70,5% entre janeiro e março de 2011, ante mesmo intervalo do exercício anterior, para R$ 158,6 milhões. O NOI para mesmos shoppings (estabelecimentos há pelo menos um ano sob administração da empresa) apresentou incremento de 26%, beneficiado pelos altos patamares de leasing spread e pela taxa de ocupação, que ficou em 98,1%.

O aluguel no conceito mesmas lojas apresentou ampliação de 9,7% no período, enquanto as vendas mesmas lojas tiveram alta de 8,7%.

No primeiro trimestre, a companhia realizou investimentos de R$ 108,7 milhões para aumentar sua participação no Shopping Center Crystal Plaza, Shopping Piracicaba e Shopping Curitiba, o que resultou num incremento de 6,9% do área bruta locável (ABL) próprio.

A empresa, que vê as operações de aquisição como principal estratégia de crescimento, anunciou na sexta-feira passada que fará sua quarta oferta de ações, com o objetivo de captar cerca de R$ 598 milhões.

Veículo: Valor - 02/05/2011