Saldo de operações para aquisição de veículos cresce 13,5% frente a 2009

Em junho, o saldo de operações para aquisição de veículos cresceu 13,5% na comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com dados da Nota de Política Monetária do Banco Central divulgada na terça-feira (27).

No sexto mês do ano, foram movimentados R$ 167,3 milhões em operações de crédito para aquisição de veículos – número 0,8% maior que o registrado em maio, quando o saldo era de R$ 165,989 milhões.
 
Leasing e financiamentos
 
Do total do saldo de operações para aquisição de veículos em junho, 66,6% referiam-se aos financiamentos, ao passo que o restante (33,4%) representaram as negociações feitas por meio deleasing.
 
De acordo com o BC, no mês passado, R$ 111,452 milhões das operações representaram os financiamentos, montante 3% maior que o verificado um mês antes, quando essa modalidade movimentou R$ 108,254 milhões.
 
Na comparação com junho do ano passado, o incremento foi ainda maior, de 33,9%. Naquele mês, o saldo do financiamento alcançou os R$ 83,22 milhões.
 
Considerando as operações de leasing, o movimento foi o oposto, de queda. Em junho, do total do saldo, R$ 55,847 milhões representaram essa modalidade, número 3,3% menor que o registrado em maio (R$ 57,734 milhões).
 
Frente a junho de 2009, a queda foi ainda maior, de 13,1%.
 
Altos e baixos
 
Os dados do Banco Central mostram uma tendência de aumento das operações de veículos ao longo dos meses. Dentro dessa evolução, as modalidades leasing e financiamentos têm comportamentos diferentes.
 
Enquanto o saldo referente aos financiamentos vem registrando aumentos consecutivos, devido às elevações também consecutivas da participação desse tipo de operação, a modalidade leasingregistra quedas seguidas.
 
Para se ter uma ideia, em janeiro deste ano, os financiamentos representavam 60,3% das operações e o leasing, 39,7%. Até junho, a participação da primeira modalidade cresceu 6,3 pontos percentuais, ao passo que a segunda caiu na mesma proporção.
 
Os dados mostram que a participação do leasing vem registrando quedas desde abril do ano passado, quando a modalidade respondia por 44,3% das operações para aquisição de veículos e seu saldo somava R$ 64,561 milhões.
 

No mesmo mês, a situação se inverteu para os financiamentos, que vinham caindo e passaram a subir em participação e, por consequência, em saldo. Em abril do ano passado, 55,7% das operações correspondiam a financiamentos e o saldo dessa modalidade era de R$ 81,235 milhões.

Confira na tabela abaixo, a evolução da participação das duas modalidades desde abril do ano passado e o saldo total das operações em cada mês:

Veículo: Uol Economia 29/07/2010