De butique de leasing a uma grande banca

São Paulo, 21 de Janeiro de 2009 - Aos 65 anos de idade, o advogado Thomas Felsberg comanda, há 38 anos, um dos mais tradicionais e respeitados escritórios de advocacia do País: o Felsberg & Associados. Reconhecido pelos seus pares como um dos principais especialistas em recuperação de empresas do País, Felsberg participou ativamente da criação da nova Lei de Recuperação e Falência de Empresas. Antes, na década de 1980, já tinha atuado na elaboração da Lei do Leasing, que o tornou conhecido como especialista em leasing. Advogado da Associação Brasileira das Empresas deLeasing por 23 anos, Felsberg teve que deixar a entidade para parar de ser identificado como o advogado que só fazia leasing. "Foi uma ruptura até mais radical do que eu deveria ter feito. Hoje me arrependo um pouco (de ter deixado a Abel)", revela.

 Com três escritórios no Brasil (São Paulo, Rio e Brasília), na Alemanha (Düsseldorf), nos EUA (Nova York) e no Japão (Shangai), Felsberg diz que expansão só será feita de forma ordenada e para atender à demanda. Em entrevista exclusiva ao jornal Gazeta Mercantil, ele conta que, apesar da crise financeira, a banca segue com muitos negócios. Algumas áreas, como a financeira, tiveram redução, mas setores como o trabalhista e contencioso estão contratando.
 
Especialista em recuperação de empresas, o advogado considera a recuperação judicial uma cirurgia. Para ele, as empresas devem tentar primeiro a recuperação extrajudicial e só em último caso recorrer à judicial. A banca já participou de 30 recuperações judiciais e com a atual crise financeira já percebe um aumento na demanda.
 

Veículo: Gazeta Mercantil