Depois do ganho recorde, CEF planeja comprar bancos

O momento no sistema financeiro é de concentração, e a Caixa quer participar das compras. Este foi o recado dado pela presidente da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Coelho, após anunciar um lucro recorde nas contas do banco. Com a Medida Provisória 443, que permite que bancos públicos adquiram outras instituições privadas, a Caixa Econômica ganhou carta branca. "Antes não podíamos nem ter empresas de leasing e financeira, por exemplo. Nosso foco e estratégias permanecem, mas temos mais chances. A MP nos dá condições de competição", disse a presidente.

O vice-presidente de Finanças da Caixa, Márcio Percival, destacou que o momento atual é de um forte processo de concentração de mercado no sistema bancário. "A pergunta se vamos entrar nesse processo, e a resposta: claro", enfatizou. "Todos os bancos vão ter que se instrumentalizar para enfrentar a concorrência. Agora os bancos públicos estão nessa concorrência, nessa competição", completou, se negando a dizer quais bancos estariam em negociação. Por enquanto, a Caixa já se comprometeu a desembolsar, até 2010, cerca de R$ 11 bilhões para a compra de carteiras de crédito de outros bancos usando recursos próprios e o benefício de descontar esse valor do recolhimento compulsório sobre depósitos à vista.

Segundo Percival, esse montante será dividido em R$ 2 bilhões ainda neste ano, mais R$ 4,5 bilhões em 2009 e outros R$ 2,5 bilhões em 2010. O volume cresce com o passar dos anos pois um acordo operacional entre os bancos prevê que em 24 meses eles continuarão gerando crédito nessas carteiras, absorvido imediatamente pela Caixa Econômica.

Percival informou também que dos R$ 2,7 bilhões disponibilizados neste ano para a compra de carteiras com mudanças no recolhimento compulsório a Caixa já gastou R$ 2 bilhões nessas operações. Outros R$ 200 milhões foram investidos na compra de debêntures e carteiras de middle market. Por fim o executivo do banco assegurou que se for interessante para a Caixa o banco dispõe de liquidez para investimentos desse tipo, independente do benefício com o compulsório. Entre seus ativos a Caixa tem R$ 112,433 bilhões em títulos públicos.

Veículo: DCI Finanças 06/11/08 Estado: SP