BC incentiva compra de dólares em leilão

Uma das medidas anunciadas ontem pelo Banco Central tenta incentivar o lançamento de dólares no mercado. A partir de agora, os bancos que participarem de leilões de câmbio feitos pelo BC terão abatimento do depósito compulsório cobrado sobre os chamados depósitos interfinanceiros. O incentivo só vale para os leilões em que há compromisso de revenda da moeda norte-americana ao BC. Com a decisão, os bancos poderão ter liberados os recursos recolhidos na forma de compulsório sobre depósitos de empresas de leasing, desde que o dinheiro seja destinado para a compra de dólares. Segundo o BC, esse compulsório soma atualmente cerca de R$ 20 bilhões (US$ 9,3 bilhões).

A medida incentiva o fluxo da moeda estrangeira no mercado em um tipo de operação que gera efeito zero nas reservas. Quando o banco revender a moeda estrangeira ao BC, o dinheiro em reais liberado do compulsório volta. Com a decisão, o BC pretende retomar os leilões de dólar com compromisso de revenda. Até agora, desde o período mais crítico da crise em meados do mês passado, o BC realizou apenas quatro leilões desse tipo. Ao todo, as operações colocaram US$ 1,7 bilhão no mercado. A última ocorreu em 7 de outubro. Desde então, o BC tem oferecido dólar em operações sem recompra, o que é pior para as reservas, já que o dinheiro não retorna aos cofres.

Veículo: O Estado de S. Paulo Economia 14/10/08 Estado: SP