CVM edita regra

O jornal “Valor Econômico” informa que a instrução 527, editada nesta quinta-feira pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), uniformizou o cálculo do lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) entre as empresas abertas brasileiras, o que poderá ajudar a análise de investidores que utilizam esse indicador contábil em suas decisões de investimento.

Ao escolher publicar os dois indicadores, a companhia também deve divulgar sua metodologia de cálculo. A CVM também divulgou nesta quinta-feira deliberação que aprova revisões propostas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) nas regras de elaboração e divulgação de balanços de empresas controladas ou coligadas.

Sobre esse tema, trata-se de uma revisão que não terá forte impacto nas demonstrações financeiras das companhias.  O CPC é um órgão que tem como objetivo convergir as práticas contábeis nacionais com os padrões internacionais do International Accounting Standards Board (Iasb).

A minuta do Pronunciamento Técnico CPC 18, que trata do investimento em empresas coligadas e controladas, prevê que os resultados obtidos com negócios entre empresas do mesmo grupo não sejam reconhecidos como resultados imediatos na empresa investidora.

Veículo: Valor Econômico